MarcasMarcas fortesMídias sociais

Suas mídias sociais precisam de consistência!

OR | Mídias sociais - blog

Já começamos dizendo que não existe segredo, pois não há uma única forma e muito menos uma receita mágica para as suas mídias sociais. Porém, a nossa grande dica é: seja consistente em todos os pontos da sua marca. Mas, o que isso significa? Pontos de contato da marca correspondem ao universo que abrange absolutamente tudo que envolve, se relaciona e está relacionado a sua empresa. Como por exemplo: site, atendimento, pós venda, Facebook, Instagram, uniforme da equipe, parceiros, ações sociais e tudo que você possa imaginar. Já a consistência diz respeito a cada conceito da marca e como isso está associado e como buscamos gerar essa correlação na mente de cada pessoa.

E acreditamos totalmente nisso para construir e consolidar marcas, empreendedores e empresas fortes, de valor e com vínculos duradouros. Por isso,  apresentamos alguns dos maiores aprendizados e descobertas que tivemos ao longo da nossa trajetória profissional. Continue lendo o texto para conferir:

Frequência de publicações

Vamos iniciar com um tópico polêmico sim! Alguns clientes, possíveis clientes e profissionais nos perguntam sobre a frequência de postagens no feed e nos stories do Instagram. Por exemplo: de duas a três vezes por dia no feed e de cerca de 15 stories diários. Essas dúvidas surgem devido a narrativa recorrente para alguns profissionais de comunicação e marketing, que utilizam essa estratégia para gerar mais alcance nas mídias sociais. 

Entretanto, postar só por postar não é o ideal. Você já parou para refletir se essa massificação é algo que realmente encanta os seus públicos? De fato, esses conteúdos são interessantes, pertinentes e coerentes com a sua marca e com o que os seus públicos querem consumir? Caso a resposta seja “não” ou “não sei”, esse não é o caminho. Se você não possui tempo, conteúdo e/ou estratégia para produzir publicações assertivas, a massificação torna-se cansativa e sem profundidade. 

Pare para refletir: ampliar o seu alcance, sem promover relacionamentos, reconhecimento e posicionamento de marca é ser efetivo? Agora, responda com sinceridade: você consome todos os conteúdos de um perfil que não te agrega ou amplia horizontes, mas apresenta um novo post por hora? Em meio a tanta informação disponível, o que importa é a conexão que você consegue realizar com quem está consumindo o que está em suas mídias sociais.

Sim, a frequência de posts é relevante, porém não significa massificação. Então, não siga gurus de marketing com passo a passo milagrosos para bombar o seu perfil. Se aproprie do seu conteúdo, estude, busque transmitir os seus conhecimentos e elaborar publicações de valor aos seus públicos. Seja em 2, 3, 4 ou 5 posts na semana.

Mídias sociais e design

Na Orbi, quando assumimos a gestão das mídias sociais de algum novo cliente, sempre realizamos o planejamento de pautas e o estudo detalhado do design e linhas criativas para essa conta. Claro, um feed organizado é bonito aos olhos, porém esse não é o único motivo!

Então, do ponto de vista das mídias sociais, requer um estudo de branding, ou seja, construção e gerenciamento de marcas. Nessa perspectiva, compreendemos o posicionamento, objetivos, públicos, valores e a voz que são assumidos e comunicados. Na perspectiva de criação visual e textual, a paleta de cores, tipos de ilustrações e imagens são associações que serão feitas com a empresa. Assim, conseguimos compreender e utilizar de forma adequada os tons da marca para atingir as suas metas e viabilizar o seu reconhecimento perante seus públicos. 

A partir disso, o conteúdo torna-se atrativo, consistente e pertinente quando:

  • Entendemos que as cores comunicam, por isso é importante manter a paleta da marca para gerar associação mental em quem consome seus conteúdos e despertar determinados sentimentos.
  • Tipografias, quando combinadas de maneira harmônica, facilitam a ordem e importância da leitura. Além disso, dão um ar refinado que a gente ama!
  • Menos é mais: você não precisa sobrecarregar suas fotos com filtros pesados e encher a arte inteira de figuras geométricas, stickers e imagens. Todavia, compreenda o que precisa ser transmitido e faça isso de forma simples e assertiva.
  • O padrão visual é muito relevante! Você utiliza figuras geométricas, ilustrações realistas ou desenhos abstratos? As imagens utilizadas são para gerar associação com o dia a dia, para transmitir a ideia de estúdio (fundo branco) ou super comerciais? Defina isso e siga essa linha de forma coerente!

Mídias sociais são baseadas em encantamento e autoridade: conquiste seus públicos e produza conteúdos relevantes. Dessa forma, traga informações que eles realmente queiram receber e se não souberem disso ainda melhor: ensine e seja acessível e afetuoso. Isso nos leva ao próximo e último tópico do texto do blog de hoje: a humanização das marcas: vamos lá?

Humanize a sua marca!

Quando falamos em humanização de marcas significa em dar personalidade a elas, gerando identificação, diferenciação e conexão com os públicos. Portanto, estratégias de persuasão, intromissão e invasivas dão espaço para conteúdos associados à equipe interna, marca como empregadora, disponível para conversar e esclarecer dúvidas e (novamente) consistentes entre discurso e prática.

Assim, vemos criações visuais e textuais assumindo um tom mais informal, com linguagem simples e de fácil compreensão – não somente nas mídias sociais, mas em todos os pontos de contato da marca. Isso devido à compreensão de que para mostrar sua autoridade, competência e excelência, você também necessita saber como se comunicar com diferentes públicos e ensinar sobre o que você faz e de que maneira isso é realizado. 

OR | Mídias sociais - blog

Outro ponto mega essencial nesse processo de humanização é mostrar quem está por trás da empresa: a sua apresentação e presença é essencial! Por isso, mostre quem você é, quais são suas habilidades, hobbies e sua forma de abordar assuntos diferentes (tanto de trabalho, como dicas, curiosidades e facilidades para rotina). Ademais, introduza sua equipe: conte quem está com você nessa jornada, o que fazem e gostam! Afinal, cada vez mais queremos saber com quem estamos falando.

Entretanto, isso não significa que seus serviços e produtos não serão abordados, pois as marcas e profissionais possuem o papel fundamental de ensinar sobre suas áreas. O que colocamos aqui é que você fale sobre a sua empresa sim e no que você acredita, seus valores, suas soluções e habilidades. Mas, destaque como é a sua cultura organizacional e quem está colocando a mão na massa para que tudo funcione da melhor forma possível: todo mundo merece reconhecimento.

Para fechar com chave de ouro

Não se esconda em portfólios, vitrines e promoções. Os fãs da sua marca serão conquistados pelo cuidado, atenção e conexão que você está disposto a dar para eles. Mas, isso começa de dentro para fora: jamais se esqueça da sua equipe! Mesmo com as mídias sociais em alta e do afeto que essas proporcionam, estamos sempre falando de pessoas e suas expectativas. Também, não esquecendo que isso é um processo único e de longo prazo! A construção nas mídias sociais para alcançar o reconhecimento não será do dia para a noite. 🙂

Gostou do nosso conteúdo sobre mídias sociais? Se conseguimos te fazer repensar ou te ajudamos a esclarecer alguma dúvida, então concluímos nossos objetivos! Ah, já produzimos um conteúdo super bacana sobre as tendências de Instagram 2020: confira clicando aqui. Temos certeza que vai gostar! Nos vemos em breve e qualquer dúvida, é só nos chamar! Beijos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *