Painel Orbi #07 – Panorama das agências digitais no Brasil

Orbi Comunicação | agências digitais no Brasil

Com os avanços tecnológicos cada vez mais recorrentes nos meios de comunicação e informação, a área de comunicação enfrenta novos desafios. Assim como, novas formas e possibilidades de estratégias para as marcas se relacionarem com seus públicos surgem de forma acelerada. Por isso, as agências de comunicação têm se modificado e adaptado aos novos cenários mercadológicos em nível micro e macro. Pensando nisso, surgiu o Panorama das Agências Digitais 2021, realizado pela rockcontent, ResultadosDigitais e mLabs. Quer saber mais sobre as transformações das agências digitais no Brasil? Só vir conosco e continuar a leitura!

A pesquisa e o contexto brasileiro

A principal proposta é trazer anualmente um raio-x completo das agências brasileiras. Para metodologia, utilizaram uma pesquisa online com 1.142 profissionais que trabalham em agências de marketing no Brasil, durante o período de 30/09/2020 a 05/11/2020. Dos respondentes, mais da metade (52,8%) é Sócio/CEO da agência e, em segundo lugar, estão os analistas/produtores (12,08%).

O primeiro dado das agências se refere à forma que cada uma se define, ou seja, como se chamam. Em relação a 2019, houve uma mudança expressiva da maioria de “Agências de Comunicação” para “Agências de Marketing Digital” (37,74%). O relatório aponta a transição dos modelos de agência para o Marketing Digital, em vista da pandemia do coronavírus. A maior parte das agências está em São Paulo (39,19%) e, em seguida, Minas Gerais (9,84%) e Rio de Janeiro (8,96%). 

Sobre o tempo de atuação, 25,13% estão entre 1 e 3 anos no mercado, enquanto 23,73% estão há mais de 10 anos. Também tem um número significativo as agências com menos de 1 ano (20,49%). O número de funcionários demonstrou que as agências permaneceram com equipes enxutas, visto que 36,69% declaram ter de 2 a 5 funcionários. Dessa maneira, percebemos o surgimento de novas agências e novos formatos que superam o estilo tradicional. Isso ocorre, em especial, devido ao digital, tanto para os serviços oferecidos quanto para os modelos organizacionais.

Vantagens e desafios das agências digitais no Brasil

Quanto às vantagens de oferecer serviços de Marketing Digital, as agências apontaram em primeiro lugar (38,64%) o fato de haver muito mercado para esses serviços. Já em segundo lugar (23,21%), por ser mais fácil de mensurar os resultados das ações. Novamente, a pesquisa evidencia a aceleração da transformação digital de 2020, o que levou ao aumento de empresas que buscam agências parceiras para cuidar das suas estratégias digitais. 

Os desafios de ofertar serviços digitais envolvem principalmente demonstrar valor nos resultados entregues com 19,45% e vender e precificar os serviços com 13,62%. Apesar do cenário otimista, as agências digitais no Brasil enfrentam obstáculos no seu dia a dia. Por isso, o relatório indica o alinhamento constante de expectativas com o cliente para que tenha clareza dos objetivos de curto, médio e longo prazo.

Estratégias das agências digitais no Brasil e próximos passos para 2021

Diante da oferta crescente dos serviços de Marketing Digital, o estudo também averiguou a adoção deles por parte das agências. Dessa forma, 51,75% investem em Marketing Digital para si mesmas, mas 46,96% não possui uma pessoa ou equipe para cuidar dessas estratégias. Por outro lado, 44,34% das agências investem entre 1-10% do orçamento em Marketing Digital e 70,66% pretendem aumentar o investimento para 2021. Percebemos que as agências procuram utilizar ideias e recursos de Marketing Digital para promoção e reconhecimento, porém ainda não é algo que a maioria está fazendo e muitos caminhos podem ser trilhados nesse sentido.

À vista do que foi apresentado, os desafios para 2021 apontados pelas agências digitais no Brasil são: em primeiro lugar, “aumentar a carteira de clientes recorrentes” com 16,12%. Logo, isso demonstra a busca por melhores e duradouras contas. Na segunda posição, ficou “aumentar a receita gerada por serviços em gera”l com 13,82%. Para isso, conforme o relatório, é importante ter mapeado quanto a agência agrega ao negócio e quantificar quanto o cliente irá crescer com a parceria. Dessa forma, a busca deve ser por negociações ganha-ganha, por meio de transparência e relacionamentos efetivos.

Por fim, após os dados comparativos e relevantes do cenário de agências digitais no Brasil, a pesquisa lança uma provocação: “qual é o seu próximo passo?”. E você, qual acha que será o próximo passo das agências e dos seus serviços ofertados? Esperamos que o conteúdo de hoje tenha feito você refletir bastante! Para conhecer mais pesquisas e dados, basta preencher o formulário do Painel Orbi. E se quiser saber mais sobre nossas experiências com gestão de relacionamentos, também preparamos um conteúdo aqui. Nos vemos no próximo texto do blog!

2 comentários sobre “Painel Orbi #07 – Panorama das agências digitais no Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *